7 Dicas para melhorar a qualidade de som do teu podcast

estudio poccast

Se estás com dificuldades em obter um som limpo e claro nas tuas gravações, neste artigo irás aprender algumas dicas, super fáceis, e, mais importante, em conta, para melhorar a qualidade dos teus áudios e aumentares a tua lista de ouvintes.

(o texto que se segue é longo, mas está dividido por títulos para facilitar a tua experiência de leitura)

Embora o formato podcast hoje se desdobre em vídeo também, e seja promovido, partilhado em diferentes plataformas, o principal produto ainda é aúdio! É essa a principal componente de um podcast.

Para ti pode não ser já claro mas com a experiência vais acabar por perceber que obter um som limpo e cuidado é meio caminho para manter um ouvinte, isto porque, e lembra-te, a maioria das pessoas consome o formato de podcast enquanto realiza outras tarefas e para esse efeito utilizam phones. 

Ora os phones criam um ambiente, em que os nossos canais auditivos estão diretamente expostos às ondas de som, e por isso qualquer ruído, extra voz, é captado e assimilado numa proporção muito mais intensa que quando ouvimos áudio num amplificador (rádio, coluna, etc). 

Ter um som limpo é fundamental, porque para além de promover uma melhor experiência para o ouvinte também define a qualidade do teu programa e por conseguinte a tua reputação enquanto podcaster. Seja por lazer ou negócio, tu queres manter ouvintes fidelizados, e não queres só criar conteúdo bom, também queres que a audiência do teu podcast consiga usufruir da experiência, sem o desconforto de sons indesejados pelo meio.

O que deves fazer então para reduzir o ruído de fundo nos teus áudios?

Neste momento deves estar a pensar que para melhorar a qualidade dos teus áudios tens que investir em equipamento com melhor qualidade e gastar rios de dinheiro. Embora esta também seja uma das opções, comprar novo equipamento (não gastar rios de dinheiro), para além desta opção, existem outras mais em conta que poderás aplicar. Podes consultar em baixo algumas ideias que poderás aplicar já hoje!

1. Escolhe bem o teu spot

Se estás a gravar o teu podcast sem pensar exatamente nas características da divisão, espaço, onde estás a gravar, deixa-me dar-te uma novidade: esse é provavelmente um dos motivos pelos quais o teu áudio não está com boa qualidade e nunca estará. 

Deixa-me dar-te um exemplo simples: pensa naquelas situações em que dentro de uma divisão vazia, ao falares consegues ouvir o teu eco, já te aconteceu? Este fenómeno não acontece por acaso. As superfícies ditas mais “duras” refletem as ondas de som, algo que não acontece dentro de uma casa mobilada. Mas não basta ter objetos dentro de uma divisão, alguns objetos são mais propícios à absorção do som que outros. Por esse motivo deves a todo o custo evitar gravar em divisões vazias, cozinhas, casas de banho (devido aos materiais normalmente utilizados para a construção destas divisões mas também devido aos barulhos da canalização). 

Evita, naturalmente, zonas da casa com janelas ou propensas ao ruído (perto do hall do prédio ou aquela janela que dá para a rua mais movimentada).

2. Mantas, as tuas melhores amigas

Há características nas nossas casas que não conseguimos contornar ao trocar de divisão e por esse motivo apresento-te as tuas novas melhores amigas: mantas! 

Quando eras crianças brincavas aos “fortes”/ tendas de mantas? Se foi o caso então já tens contigo as características necessárias para criar a tua “tenda de podcast”. Isto porque os tecidos/materiais utilizados em algumas mantas, ou nas chamadas mantas de incêndio, ajudam a absorver as tais ondas de som e a criar uma “aura” que aconchega o som (soa bem right). Significa: menos ruído.

Uma estratégia que podes utilizar é colocar atrás da tua zona de gravação ou em torno da mesma, uma série de mantas. Podes inclusive fazer uma tendinha, porque não? O que funcionar melhor para ti. 

Outra coisa que poderás fazer com as mantas é utilizar as mesmas para tapar janelas, móveis, superfícies mais duras, que possam impactar negativamente o teu áudio, e até o próprio chão. Grava em cima de uma manta. 

3. Reduz o ruído vindo do exterior: cortinas power!

As cortinas são um item que existe em quase todas as casas e ainda bem que assim o é, pois estas ajudam em muito a bloquear o ruído que vem do exterior. Mas atenção, no caso das cortinas, não é qualquer material, que faz o truque. Cortinas de organza, acetinadas, , transparentes ou que deixam passar a luz, surtem pouco ou nenhum efeito. 

Quais as que funcionam: cortinas de veludo (ótimas), blackouts, velcrum ou de um material mais grosso (caso não consigas obter as anteriores), são uma ótima opção.

No espectro das cortinas tens uma opção mais cara, para reduzir o ruído que provém do exterior, que são as cortinas à prova de som. As cortinas à prova de som são, pro norma, compostas por 3 a 5 camadas, podem pesar até 4kg, e têm um material específico que ajuda a reduzir não só o ruído, como a luz e o calor. 

Este tipo de cortinas por norma requer um investimento pesado e não se encontram à venda nos locais convencionais mas se pretendes manter o teu estúdio em casa poderá ser um bom investimento até mesmo para melhorar o conforto do teu lar.

4.Outros objetos que te vão ajudar

Almofadas, tapetes, carpetes, alcatifas, quadros (preenchem as paredes, superfícies duras, e ajudam a amparar as ondas de som), camas, sofás, em suma, superfícies fofas (vamos chamar-lhes assim). As divisões com mais destes items são as divisões ideais para gravar, porque mais uma vez, os materiais que compõe estes items ajudam na absorção das ondas de som e a minimizar o ruído. Por isso se tiveres que escolher um local para gravar tem estes items em consideração.

As plantas também são ótimas amigas no que toca a criar um espaço acolhedor e anti ruído. Já reparas-te que em florestas mais densas mal se ouvem sons? As plantas, devido às suas características, podem também ser bastante eficazes para reduzir o ruído, considera apenas que irás necessitar de uma quantidade razoável das mesmas e que estas deverão estar posicionadas estratégicamente no espaço (considera os pontos acima).

5. A técnica do “armário”

Não é uma piada de mau gosto mas sim uma estratégia literal a que podes recorrer em caso extremo. Isto é, se precisas mesmo criar aquele áudio perfeito e não consegues reunir nenhuma das condições acima, o chamado de “last resort” é o armário. Isto porque, o armário está cheio de roupas, tecidos, superfícies fofas. Para além de ser uma caixa e criar uma redoma, isolamento esse que não consegues obter de outra forma, proporciona-te o ambiente ideal para gravares sem ruídos externos. É uma opção bizarra, sim, mas que em caso de desespero poderá funcionar perfeitamente. 

6. Material Novo

Esta é talvez das opções mais dispendiosas mas que eventualmente, no teu percurso enquanto podcaster, vai ser necessário: investir em material de qualidade.  Qualquer podcaster que ambiciona ter um show respeitado e de sucesso precisa de material de qualidade para obter um resultado mais aprimorado. 

Começa por adquirir um bom microfone dinâmico, os microfones dinâmicos têm a particularidade de captar com melhor qualidade o som mais próximo, isto é, quanto mais perto do microfone melhor e mais alto ele capta o som. Inversamente, quanto mais longe menos se ouve. A vantagem desta característica é que ajuda a mitigar ruídos de fundo. No entanto ruído muito alto como som de carros, gritos, aviões, infelizmente, são captados à mesma pelo microfone, por qualquer microfone, por isso terás sempre que ter em consideração este factor.  

Para completar a tua lista de material deverás considerar também os seguintes items:

  • Shock Mount – é uma espécie de aranha com elásticos onde o teu microfone encaixa que absorve as vibrações do microfone, e por conseguinte eliminando o ruído proveniente das mesmas
  • Pop Filter – é uma grelha/tela que fica entre ti e o microfone e ampara os ruídos “pop pop” que fazemos ao falar diretamente no microfone.
  • Uma boa base para o teu microfone – se o microfone não está bem apoiado, todo e qualquer toque vai criar ruído. Uma base estável é essencial.
  • Cabos XLR (muita da qualidade do som passa pelos cabos que estás a utilizar. Verifica se o teu microfone permite conectar cabos XLR e se estás a utilizar o teu pc para as gravações vais ter que adquirir um adaptador para conectares os cabos).
  • Mesa de Mistura ou um Adaptador – a mesa de mistura permite-te  ligar cabos XLR, controlar as variações no som (algo que geralmente fazes num programa de edição), adicionar efeitos e sem dúvida melhora a qualidade em 200% e ajuda-te a poupar tempo na edição;
  • Placas de Espuma / Placas de Absorção de Som: em substituição das mantas, se tiveres um escritório para fazer de estúdio de podcast, podes adquirir painéis de espuma/esponja, que se colocam ao longo das paredes (o IKEA também vende painéis de absorção de som em formato de losango e são relativamente acessíveis embora a sua eficiência possa não ser a melhor).

7. Faz as tuas gravações num estúdio!

Gravar num estúdio resolve todos os teus problemas de som, não tens que te preocupar com o “circo” que terias que montar em casa ou em gastar dinheiro. Para além de que tens alguém que faça o trabalho todo por ti, só precisas aparecer e gravar. 

Já sei o que estás a penar “essa opção é muito dispendiosa”. Pode ser, efetivamente. Existem vários estúdios em Portugal e que praticam diferentes valores mas um que não conheces e pratica valores acessíveis e é 100% pensado para mulheres empreendedoras, que estão a começar o seu podcast, é o estúdio de podcast GCREW!

Em conclusão, melhorar a qualidade de som do teu podcast não tem que ser dispendioso, pode dar algum trabalho e exigir alguma criatividade, mas no final do dia valerá a pena o resultado e acima de tudo irá garantir que os teus ouvintes regressam.

És uma mulher empreendedora e queres começar o teu podcast hoje? Conhece os serviços que temos disponíveis para te apoiar no estúdio de podcast GCREW!

Artigos relacionados:

Como criar um podcast em 6 passos

Que material de podcast precisas para começar?

Deixe uma resposta

Partilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Subscreve à Newsletter

Junta-te à Crew

Junta-te a nós e tem acesso ao social club mais inspirador de Lisboa!