Como criar um podcast em 6 Passos

Estúdio Podcast GCREW - Academia Podcast

És uma mulher empreendedora e queres criar um podcast, para dar mais visibilidade ao teu negócio mas não fazes ideia por onde começar? Deixa as pesquisas e os vídeos no youtube. Em 6 passos eu ensino-te os básicos para criares hoje o teu podcast e começares já a promover o teu conteúdo!

(o texto que se segue é longo, mas está dividido por títulos para facilitar a tua experiência de leitura)

Criar um podcast pode parecer assustador, principalmente quando não se está familiarizado com os imensos detalhes a que temos que ter atenção antes de o fazer, e tu, que és uma mulher empreendedora e ocupada, deves colocar o teu tempo no que realmente importa. 

A pensar em ti, e para que não tenhas que passar por este processo complexo sozinha, criei uma lista de passos  para que possas criar rapido e facilmente o teu podcast:

1. Define o nome, tema e descrição do teu podcast

Eu sei, parece super óbvio, mas antes de passares à ação precisas de ter presente qual o nome do teu podcast, e um bom nome é fundamental, não só para atraíres ouvintes mas também para deixar claro, a quem se cruza com o teu podcast, sobre o que trata o mesmo. Por esse mesmo motivo, o nome do podcast deve estar de alguma forma em linha com os temas que irás abordar e com a imagem-capa do teu podcast. 

Mas também deves considerar nesta fase qual o formato do teu programa, vais ter um convidado, dois? Serás apenas tu? Todos estes elementos são fundamentais, pois irão informar os passos seguintes.

Outro elemento muito importante é a descrição do podcast, esta referente ao programa geral e não ao episódio. Garante que escreves uma descrição clara, objetiva e que cative o interesse da tua audiência. Uma boa descrição pode fazer a diferença entre ganhar e perder um ouvinte. 

Outro aspeto que terás que definir é em que categoria se insere o teu podcast: saúde, cultura, entretenimento, educação? Aconselho-te a explorar as plataformas de podcast e os programas já existentes. Vê a tua concorrência e como estes se posicionam, em que categorias, caso tenhas dúvidas.

Mas porque é que isto é importante nesta fase?

Para submeteres o teu podcast em qualquer plataforma, isto é, nos canais que te irão permitir ter o teu programa de podcast live numa app, tens que ter estes elementos já feitos, de outra forma não poderás submeter o teu episódio mas acima de tudo porque te ajudará a ter clareza quanto ao programa que vais desenvolver e também para pré lançares / apresentares o mesmo aos teus convidados e potenciais ouvintes (caso os tenhas).

2. Cria a capa  do teu podcast

Tal como o nome, tema e descrição, a capa deve estar em linha com o tema definido, deve ser apelativa, com cores vivas e não deve conter muito texto. Essencialmente deverás colocar o nome do teu podcast e um subtítulo (máximo), nada mais. 

Para submeter uma capa numa plataforma de podcast, tens que cumprir um conjunto de regras quanto ao tamanho da imagem, esta deverá ter 3000 x 3000 pixels (rácio de 1:1) e estar em formato JPG ou PNG, podes utilizar a ferramenta GIMP para ajustares a tua imagem às dimensões necessárias. 

Para criares uma imagem com qualidade poderás naturalmente recorrer a um designer ou utilizar plataformas gratuitas de edição. Uma plataforma que gosto muito de utilizar é o Pixler e o CANVA , que para além de gratuitas, são ambas super intuitivas e têm imensas funções com que podes brincar. Para imagens de fundo, tens sempre bancos de imagem gratuitos, como é o caso do Unsplash e Pexels.

3. Cria um “jinlge” ou voz over para o teu episódio

Todos os programas de podcast, que valem a pena ouvir, têm uma intro, isto é, no início de cada episódio, uma música (jingle), acompanhada ou não por uma voz over (a tua voz sobreposta à música, onde podes fazer uma pequena introdução ou apresentação do teu programa). 

Para criares o teu jingle vais precisar de três coisas:

  1. um programa de edição de áudio,
  2. uma faixa de música ou várias,
  3. um microfone (caso queiras gravar uma voz over).

Para fazeres o teu jingle, e uma vez que temos que considerar o licenciamento necessário de músicas, poderás recorrer a uma base de dados gratuita para fazer o download das mesmas ou podes subscrever os serviços de uma plataforma para conseguires áudio licenciados, com mais qualidade e que se adequem melhor ao teu projeto. Tens aqui algumas plataformas onde poderás ter acesso a este tipo de conteúdo: EpidemicSound, Bensound, Ignitejingles.

Para colocares tudo junto, jingle + voz over, ou simplesmente adaptares o teu jingle, precisas de um programa de edição de áudio.  Este programa poderá ser o mesmo que irás utilizar para gravar os teus episódios de podcast, assim como o microfone que irás utilizar para gravar a tua intro. Passa para o passo seguinte para saberes quais os programas que poderás utilizar.

4.Grava o teu primeiro episódio

Tal como explicado nos passos anteriores, para gravares um podcast, primeiro tens que ter presente qual o formato do teu podcast, se é um “one person’s show” ou se irás ter convidados, isto porque, gravar sozinho ou acompanhado tem implicações no material e programas que poderás necessitar. Mas vamos por partes. 

  1. Material

Passo inicial antes de começar a gravar é adquirir o material. O meu conselho é, se estás a testar como funciona um podcast, não invistas fortunas em material profissional. Podes comprar um microfone mais em conta, para testar inicialmente, e mais tarde melhorar o teu equipamento. Mas uma coisa é importante considerar: grava os teus episódios com um microfone e não com o teu telemóvel, principalmente se o teu podcast serve um propósito de negócio. Não te esqueças: as pessoas vão ouvir o teu podcast, possivelmente com phones, com barulho à volta etc, é importante obter um som o mais “limpo” possível. 

Muitas vezes quando editamos a gravação não nos apercebemos do ruído de fundo, mas quando temos phones, torna-se muito mais óbvio e incômodo, o que piora em muito a experiência do ouvinte e pode mesmo levar à desistência, e tu não queres isso! 

Que microfone comprar? Para podcast tens dois tipos de microfone mais aconselhados, microfones dinâmicos e microfones condensadores. Na minha opinião os microfones dinâmicos são a melhor opção pois captam o som mais próximo e ajudam a reduzir o ruído de fundo. Se queres ir mais além e começar o teu podcast com o set completo, vais precisar do seguinte:  

  • Microfone Dinâmico
  • Base para microfone ou braço extensível
  • Shock Mount 
  • Pop Filter

Nota: Não te esqueças, o material que vais adquirir também depende da forma como irás gravar o teu programa: sozinha ou com convidados? Presencialmente ou online?

Se fores só tu ou os teus convidados participarem online, não precisas de mais do que um microfone. Mas caso o teu programa seja gravado presencialmente, com mais do que um convidado, irás precisar não só de mais microfones e acessórios, como terás que adquirir material extra

2. Programas de Gravação

Hoje em dia a maioria dos computadores já trazem programas de gravação de áudio, bastante bons, integrados. No caso dos MAC Books tens o Garage Band, que não só é ótimo como tem música/jingles integrados que podes usar para criar o teu. Os pc’s com sistema operativo Windows tem o programa Wavepad, intuitivo e simples para quem está a começar.

No entanto se o teu pc não tem nenhuma destas duas opções, poderás fazer o download gratuito, do programa de gravação de áudio de referência no mundo de podcasting, Audacity

Qualquer um destes programas serve os dois propósitos, gravar áudio e editar esse mesmo aúdio.

Vais gravar as tuas entrevistas online? Há quem utilize o zoom (cuja a qualidade de som é decente) mas recomendo-te uma plataforma, bem melhor, e criada mesmo para este efeito: Zencastre . Esta plataforma permite-te gravar áudios com boa qualidade, e tem a particularidade de os separar, isto é, se tiveres um ou dois convidados,a plataforma grava um ficheiro de voz por convidado, o que em termos de edição se torna bastante bom, porque caso o som de um dos convidados não esteja em condições, poderás editar à parte, sem comprometer todo o aúdio. Esta plataforma é gratuita e online, no entanto irás precisar à mesma de um programa de edição, como qualquer um dos referidos acima, uma vez que o Zencastr não tem esta função. 

5. Submete os detalhes do teu programa e episódios gravados numa plataforma de hosting

Os programas de podcast não “vivem” dentro do spotify ou do apple podcast, mas sim dentro de uma plataforma a que chamamos de host, semelhante ao que é necessário para um website. É uma espécie de armazém digital, ou cloud, para o teu programa de podcast.  Essencialmente estas servem como casa do teu podcast, isto é, todos os conteúdos, episódios, etc, são sempre colocados no teu host. Posteriormente ao selecionares a opção “publicar” desses mesmos conteúdos, a plataforma irá fazer a distribuição do teu conteúdo pelas apps de podcast (mais sobre isto à frente). 

As plataformas de hosting, tal como muitas clouds, têm um custo associado de acordo com: o volume/ tempo dos teus áudios. Significa que quanto mais conteúdo e mais longo for, possivelmente, mais caro será o plano que terás que utilizar para poder alojar conteúdo nessa plataforma.  Existem também plataformas de hosting gratuitas, no entanto estas plataformas vão arquivando o conteúdo conforme vais publicando, e têm limitação de tempo, o que implica não teres os teus episódios todos disponíveis online e não conseguires submeter os minutos que queres.

No mercado existem vários tipos de plataformas de hosting, deixo-te aqui as que considero mais adequadas e fiáveis dentro do leque existente:

GRATUITAS 

PAGAS

  • Lybsin (considerada a plataforma de referencia nos USA e a que o GCREW utiliza)
  • BuzzSprout (também tem versão gratuita)

Depois de subscreveres a plataforma que mais se adequa às tuas necessidades, só tens que criar o teu programa: colocar a capa, descrição e preferencialmente três episódios já gravados.  A plataforma irá gerar um link RSS (que te será indicado dentro da mesma de forma clara) e é essa link que irás submeter (como será explicado em baixo) nas apps onde queres que o teu programa seja publicado. 

Nota que deverás carregar os teus episódios dentro da plataforma de hosting. O hosting também faz uma distribuição automática por todas as apps que subscreveres, para que não tenhas que ir uma a uma colocar lá o teu episódio. Por isso o host será sempre a tua base de trabalho e onde colocas e alteras qualquer detalhe do teu programa. 

6. Cria o teu podcast no Spotifiy e em Apple Podcast

Algumas apps de podcast não necessitam que vás subscrever e pedir aprovação do teu programa, a tua plataforma de hosting já faz essa distribuição automática sem teres que elaborar mais um extra passo. Mas tal não se aplica às plataformas nº1 de podcasting na atualidade, são essas a APPLE PODCAST e o SPOTIFY, e tu não queres de maneira nenhuma ficar de fora destas duas. 

O que tens que fazer:

Tanto para a apple podcast app como para criares o teu podcast no spotify, tens que te registar em ambas as plataformas a partir dos seguintes links: 

Tanto numa plataforma como na outra será pedido o link RSS, gerado na tua plataforma de hosting. Terás que submeter esse mesmo link em ambas as apps e aguardar a aprovação. Por norma a aprovação de um podcast pode levar entre 7 a 15 dias, dependendo do caso, em alguns casos a aprovação pode até ser instantânea mas para não caires no erro de divulgar o lançamento do teu podcast antes de saberes quando estará mesmo online, tem em consideração estes timings. 

Já podes criar o teu podcast hoje!

Criar um podcast pode ser, à primeira vista, complicado, mas se seguires estes passos garanto-te que não há como falhar!

És uma mulher empreendedora e queres começar o teu podcast hoje? Conhece os serviços que temos disponíveis para te apoiar no estúdio de podcast GCREW!

Artigos relacionados:

Que material de podcast precisas para começar?

Porque deves gravar o teu podcast no estúdio de podcast do clube?

Deixe uma resposta

Partilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Subscreve à Newsletter

Junta-te à Crew

Junta-te a nós e tem acesso ao social club mais inspirador de Lisboa!